Neste último mês chegou aos cinemas o lançamento do tão aguardado filme: Ted Bundy: A irresistível Face do Mal. Protagonizado por Zac Efron, o filme reconta toda a história que provavelmente você assim como eu (fascinado por este assunto) já deve conhecer, mas desta vez é contado pelo ponto de vista de uma pessoa que passou um bom tempo de sua vida relacionando-se com Ted sem saber de seus crimes.

Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal – 2019

Com eu disse na introdução o lançamento mais recente é Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal, um filme lançado pela Netflix e já está nos cinemas (até o momento que estou escrevendo este artigo).

O filme segue o ponto de vista de Elizabeth Kendall, uma mulher que se relacionou anos com Ted Bundy sem suspeitar de seus crimes. Ela escreveu um livro que serviu como base para o longa, e aqui vemos Zac Efron no papel do sádico assassino.

Há também uma série em formato de documentário disponível na Netflix disponível aqui.

O Despertar de um Assassino (My Friend Dahmer, 2018)

No ano passado foi lançado o filme: O Despertar de um Assassino onde o filme fala sobre as origens de Jeffrey Dahmer, um serial killer considerado responsável pela morte e abuso sexual de mais de quinze homens. O filme é baseado na graphic novel Meu Amigo Dahmer, lançado no Brasil pela Darkside Books e escrita por John “Derf” Backderf – um amigo de Dahmer no colegial.

Na trama, Podemos ver Dahmer ainda em seu ensino médio, enquanto observamos as raízes do que o transformou em um dos maiores serial killers da história norte-americana. O filme traz Ross Lynch (de O Mundo Sombrio de Sabrina) no papel principal e surpreende justamente por mostrar o ponto de vista de alguém muito próximo ao assassino.

The Night Stalker (2016)

Os motivos que levam uma pessoa se tornar um assassino em série podem ser muitos. No caso de Richard Ramirez, que atuou em 14 carnificinas de 1984 a 1985, não há como determinar exatamente.

Em The Night Stalker, de 2016, podemos ver uma série de entrevistas fictícias entre um advogado e o assassino, que precisa confessar seus crimes.

O filme traz uma interpretação brilhante de Lou Diamond Phillips no papel de Ramirez, e mostra detalhes de seu modus operandi, conforme ele assaltava casas e matava suas vítimas, deixando um pentagrama no local como parte de uma devota prática satanista. É um dos filmes mais assustadores que já assisti.

Monster: Desejo Assassino (Monster, 2003)

Nesta produção um pouco mais antiga, a diretora Patty Jenkins (Mulher Maravilha) relembrou o mundo sobre a história de uma assassina que chocou os EUA e o mundo: Aileen Wournos, uma mulher que foi executada em 2002 pela morte de sete homens no fim dos anos 80. E o filme segue a fundo todos os seus crimes mais viscerais.O filme mergulha a fundo na psiquê da assassina, e conta com Charlize Theron no papel principal, em uma performance assustadora que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz no ano posterior ao lançamento do longa. É uma história crua e aterrorizante, que pavimentou a carreira de Jenkins como uma das maiores diretoras da atualidade e não é pra menos, então assista e verás kkk.

Retrato de um Assassino (1986)

Estrelado por Michael Rooker – que atualmente mais conhecido pelo papel de Yondu na franquia dos Guardiões da Galáxia -, o longa Retrato de um Assassino conta a história de Henry Lee Lucas, um serial killer norte-americano considerado culpado pela morte de 11 pessoas ao longo das décadas de 60 e 70.

Levei muito tempo para assistir a este filme por conta de ser bem antigo, mas tenha certeza que vale a pena, apesar de ser um filme muito sombrio e perturbador, Retrato de um Assassino vai a fundo na mentalidade degenerada de Henry Lucas, que havia confessado mais de cem crimes – no entanto, a Polícia descobriu que a grande maioria dessas confissões eram mentiras, e a trama se foca justamente nessas confissões falsas, e como elas se ligam aos assassinatos reais.

Fontes: legiaodosherois / Netflix

O Passo a Passo