A “Primeira Impressão” é sempre um termo comum quando se vive nas grandes cidades. Frases prontas como “A Primeira Impressão é a que fica”, “Você não tem uma segunda chance de causar boa impressão”. São muito populares no dia a dia.

A grande maioria das pessoas sempre procuram oportunidades para impressionar os outros positivamente, até porque isso tem uma enorme importância, especialmente para um entrevista de emprego, negócios e namoro. No entanto, a grande maioria de nós acabamos erroneamente igualando impressão positiva com uma boa aparência ou “Looks” somente. Isso não é verdade e você vai perceber isso depois de ler o restante do artigo que preparamos. Bom, pelo menos acredito que você vai começar a pensar mais profundamente em mais detalhes além de somente a aparência. Como sistematicamente é defendido por fabricantes de produtos cosméticos e roupas através de comerciais de TV, folhetos, banners, tablóides e revistas; uma aparência externa tem sido amplamente enfatizado para ganhar dinheiro. Tendemos a julgar um livro pela capa, mas ele não funciona corretamente todas as vezes e sabemos disso. E também já ouvimos algo como “Nunca julgue uma pessoa por apenas a sua primeira impressão”, “Nunca julgue uma pessoa apenas por sua vestimenta.”.
13106977_ml-invisible-man
Além destas advertências, a primeira impressão toma conta de nossa mente inconsciente e paralisa o raciocínio lógico pela maior parte do tempo. É claro que não podemos negar sua importância, mas não podemos dizer que a primeira impressão é tudo. Muitos profissionais que trabalham com isto nem sempre conseguem afirmar se alguém é assim ou assado simplesmente pela “primeira impressão”. Não se pode afirmar algo simplesmente por isso, bom, pelo menos há muitos mais sinais que se deve observar para tomar uma decisão se alguém é ou não de confiança.
Depois de encontrar uma pessoa de confiança, nós naturalmente desenvolvemos simpatia em relação a ela. A primeira impressão está mais profundamente relacionado com a nossa sobrevivência e é por isso que a maioria de nós mal conseguimos escapar dessa influência natural.
Olhemos a imagem a baixo.
Qual pessoa é mais confiável?
getty_182058514_970727970450042_61125
No momento em que vemos um estranho na primeira vez, nosso cérebro começa imediatamente a recolher pistas visuais doadas pela mesma pessoa. Embora um turbilhão de processamento prossegue cérebro a dentro, mas a primeira impressão ou avaliação se desenvolve sem qualquer justificação racional, raciocínio ou cálculo. Em pouco tempo o cérebro tem que decidir se esta pessoa é ou não confiável.
Dentro de apenas alguns milissegundos, o cérebro decide se a pessoa é ou não positiva, neutra ou negativa – as diferentes polaridades de favorabilidade sobre a pessoa. Por que isso acontece tão rapidamente e sem qualquer controle consciente ou lógica? Se isso for feito muito rapidamente, então deve haver alguns benefícios escondidos (e também as desvantagens) dos mesmos. Este mecanismo mental de uma impressão é a sobra dos processos neurológicos antigos que ajudaram nossos ancestrais na sobrevivência social e herdamos até hoje.
O que exatamente nós olhamos no outro em apenas estes segundos? Nosso cérebro deriva uma impressão como base aos atributos físicos e a linguagem corporal do outro ou seja, contato visual, expressões faciais, forma de abordar, espaço interpessoal, a postura do corpo, os movimentos do corpo, estilo de andar, vestuário, discurso e o mais importante – a higiene e limpeza. Com base em tudo isso, nós instantaneamente classificamos a pessoa como positivo, neutro ou negativo.
Por isso é extremamente importante entender que a “aparência” ou aparência externa é um dos fatores essenciais de avaliação rápida ou primeira impressão. Ai podemos notar o quanto a linguagem corporal desempenha um papel crucial na comunicação. A linguagem corporal transmite emoções, intenções, complexos, orientações, favorabilidade, vulnerabilidade e confiança de uma pessoa. Qual seria a sua primeira avaliação de uma pessoa com boa aparência que te recebe de uma forma hostil no primeiro encontro?
firstimpressionsDurante nossa longa história evolutiva, foi realmente crucial para que possamos escolher uma pessoa favorável de uma não favorável. Se alguém escolhe uma pessoa desfavorável por engano, isso poderia custar muito. Talvez, uma pessoa desfavorável poderia representar danos ou mesmo tornar-se uma causa de morte da pessoa que o escolheu. No momento em que se encontra com alguém, especialmente pela primeira vez, é determinante que tenhamos este cuidado já que muito do nosso destino, ou seja, nosso progresso e prosperidade possa depender disso.
Se uma pessoa acaba sendo positiva, confiável e amigável; isso seria garantir e até mesmo multiplicar as chances de nossa sobrevivência. Essa associação pode até se tornar benéfica para ambas as partes. Por outro lado, se uma pessoa acaba sendo negativa, falsa imprevisível e hostil poderá até representar danos em vários sentidos. Em situações mais complicadas, frações de segundos podem fazer a diferença entre a vida e a morte.
Nosso cérebro faz julgamentos apressado sobre a pessoa com quem estamos nos encontrando pela primeira vez. Isso acontece porque nós não sabemos o que exatamente a pessoa é e o quanto perigo pode representar para nós. Daí nosso cérebro cria um forte sentido de não gostar da pessoa, isso para que possamos manter distância segura e evitar complicações. Caso tenhamos uma avaliação positiva e talvez nos sentimos seguros nosso cérebro nos encoraja a continuar interagindo com a outra pessoa.
Infelizmente, uma impressão instantânea funciona como uma espada de dois gumes na sociedade humana. Por quê? Uma aparência externa é alterável e pode afetar negativamente ambas as partes, ou seja, aquele que avalia e outro que está sendo avaliado. Todos nós já passamos por isso ou iremos passar e é isso que me fez pensar sobre a origem desta conexão entre aparência externa e a avaliação instantânea ou “primeira impressão”.
Antes de falar sobre este assunto “Primeira impressão” eu precisei ir a fundo e procurar muito a respeito quanto aos nossos ancestrais e as condições deles. A hipótese foi inserido na Wikipédia e também já tem muitos casos de estudos enviados para grandes instituições para validar ou não este estudo, mas achei bem conveniente ao nosso trabalho e interesse.
wikipedia_entry
Lembre-se de compartilhar, dar seu like e comentar sobre o assunto para que possamos criar mais e mais para vocês.
 
Forte Abraço !

Referências: 

Wikipédia >>> 

Nonverbal-world

The Expression of the Emotions in Man and Animals

Seja Vip !

Receba nosso ebook Grátis!

Deixe Seu Melhor Email